28 de agosto de 2009

✿ Museu de lembranças


Lembro de muitas lembranças
Parece que ontem fui uma criança
Mas não
Somente os anos se passaram
E levaram as memórias mortas até então
Acreditar em conto de fadas
Era o que eu amava
Fazer de conta era tão especial
Em cada sonho que sonhava
Sair daqui e me sentir imortal

Ainda posso me recordar
Ainda muita coisa não posso me lembrar
Mas desde que me conheço por gente
Comecei a sonhar
Museu cheio de nostalgias
Encontram-se tantas magias
O sol sempre lá fulgia para o sorrir
Nenhum estranho vai roubar a minha paz
Existe dentro de mim um museu
Só meu onde está a minha vida
As portas são abertas para poucas pessoas
Cansei de dar respostas atoa

Museu de lembranças
Aonde ficou meus sentimentos?
Guardados em uma porta que se chama
Coração


Fran.R.M

0 percepções:

Postar um comentário

Deixe aqui algumas palavras sobre o que compreendeu, a sua percepção do que leu...