20 de agosto de 2009

✿ Quebrar as palavras de uma vez


Agora, hoje
Um dia aparentando ser normal e apenas chuvoso

Mas talvez você quebre as palavras de uma vez

Noite de chuva que não quer cessar é você mesma

Leve suas lágrimas não as quero tocar

Pensar que as coisas antigas vão mudar


Aqui vai apenas um coração

Sem ter onde morar

O silêncio é quebrado

As águas vão caindo e tudo está molhado

As folhas do meu caderno tudo úmidas


Não quero ver as palavras sendo apagadas

Intocavéis e guardadas em mim

Que mesmo eternamente alguém vai ver

Esconder os meus motivos de sorrir

Escrever palavras que me fazem bem

A chuva que molha a mim vai acabar

Talvez


Ao menos uma vez ao interior não vai atingir

Talvez...

Fran.R.M

0 percepções:

Postar um comentário

Deixe aqui algumas palavras sobre o que compreendeu, a sua percepção do que leu...