14 de outubro de 2009

✿ Tanta importância sem sentido


Se eu me importasse
Com tudo que pousasse na minha vida
Poderia agora nesse instante estar intolerante
Gritando sem parar para que alguém venha me ajudar

Se eu me importasse
Com cada coisa que mudasse
São tantas mudanças e lembranças apagadas
A cada dia algo novo e novas risadas

Agora o que importa é seguir o caminho
E sozinho ou não nem importa
Porque as portas estão agora fechadas
E sem importância estão queimadas

As respostas sem nenhuma concordância
Suprimem minha elegância
O que vai acontecer eu nunca vou dizer

Não me importo com palavras sem provas
Acho que sou ainda muito nova
Para saber de tudo que acontece

Uma importância mórbida que me esquece
Se eu quisesse
Nada aqui me favorece
Esse céu pálido que me enlouquece
Aqui ao meu lado esse violão
E nunca brota nenhuma canção
Eu nem mais me importa
Algum dia virá à inspiração

De volta e de novo
Toda hora palavras
Ou alguma canção sem ritmo


Fran.R.M

0 percepções:

Postar um comentário

Deixe aqui algumas palavras sobre o que compreendeu, a sua percepção do que leu...