12 de janeiro de 2010

• Pedaços de sorrisos

A noite vem chegando
Dentro do peito só mais uma lembranças
Sorrisos deixados para trás
Algumas poucas esperanças
Tão distante

Uns sussurros são possíveis escutar
Mas nada irá apagar as memórias
As histórias que venho registrando
Mudar esse pedacinho de mundo
Por um segundo pensei ser realidade

Mas nada me fará esquecer
Daqui até a eternidade
O que lutamos não vai se perder
No peito algumas lágrimas
De saudade do passado

Um lugar nunca apagado
Que da cabeça jamais sairá
Um lugar distante
Memórias que ninguém vai matar
Recordações
Pedacinhos de sorrisos
E que o tempo não vai apagar
---
Autoria: Franciéle R.Machado

2 comentários:

  1. O que seria de nós sem as boas lembraças?
    Ainda bem que as temos guardadas em em algum lugar do nosso coração.

    ResponderExcluir

Deixe aqui algumas palavras sobre o que compreendeu, a sua percepção do que leu...