19 de junho de 2010

• Divagações insones


Em desespero sentindo
Nas veias meu sangue parar
Um desalento que vem consumindo
Deixando-me louco a vagar

E perambulo, esqueço, quase apago
Mas dormir já não me é possível
Lá está o meu café amargo
Cheirando o sono inacessível

Acompanha a cada rígido palpitar
Dos pulsos outrora marcados
Aqui na janela venta um assoviar
Ou serão sussurros de outros não sossegados?

A insônia vem me desolar, impiedosa
Deixando-me perdido em flashes de dor
Tão destrutiva, mata-me uma magoa silenciosa
Danosa, maldosa, miragem de amor

A cada palavra escrita, vai-se meu sono
A cada minuto gasto, ganha-se o medo
Outra noite cercada de óbvio abandono
Será que vem vindo a morte mais cedo?

Inquietação cruel, mas temporária
Deslizes insanos da faixa etária
Contradiz o sono a fazer tudo perdida ilusão
E o café fumaçando sempre à mão

---

Autoria: Franciéle e Marvin Cross


(Este foi um dueto criado em parceria com o Poeta Marcos Vinícius , via Msn, foi uma experiência muito especial, foi divertido, duas mentes em uma ideia só,falando sobre o que estavamos sentindo na hora que foi escrito, o Sono =)

11 comentários:

  1. Muito interessante, Fran. Gostei do dueto. Parabéns aos dois!!! Que tenham um bom dia, um bom final de semana:g

    ResponderExcluir
  2. Muito legal,amei seu blog!tem um selinho pra vc no meu:
    deboramarcia.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Belíssima poesia, muito madura, bem estruturada e com uma mensagem forte.
    Grande abraço e sucesso!

    ResponderExcluir
  4. Bela abordagem sobre os sentimentos noturnos sensíveis. São eles, os mais puros de nossa alma... escreva com essa paixão transparente que você vai ver o mundo c/ deve ser visto!

    Se quiser visite o meu, flor da vida.

    beijos

    --
    David

    ResponderExcluir
  5. Fran, nosso poeminha ficou mto 10 mesmo. Ficou até mais bonito no teu blog, hehehe... Espero podermos repetir a dose outra vez.
    Gostei bastante do seu comentário sobre meu novo poema, TÚMULO, lá no missaopoesia.blogspot.com
    Bjs, paz e sucesso! Deus abençoe e estarei sempre passando aqui pra conferir as novas.

    ResponderExcluir
  6. Lindo! Perfeito! Parabéns menina,você sempre consegue passar o melhor do sentimento em uma dose madura...pura poesia...

    ResponderExcluir
  7. Esplêndido poema! Leve e gostoso der ler! Essa parceria deu um belo fruto! Deu até vontade de beber um café! hahaha
    Beijos,

    ResponderExcluir
  8. quem dera a felicidade nao fosse um estado mais um ser...
    bjos.

    ResponderExcluir
  9. Tem um selo para você no meu blog.
    ;*

    ResponderExcluir
  10. Tu vai longe guria! Quero te ver na Academia Brasileira de Letras! Teus versos beiram a perfeição - digo beiram só pra ti não te encher da onda tá?

    Um abraço!

    ResponderExcluir

Deixe aqui algumas palavras sobre o que compreendeu, a sua percepção do que leu...