25 de novembro de 2013

• Existe o lado bom, talvez....



Pés errantes que ainda vagam
São só isso percorrendo caminhos alterados
Simples como às vezes me atrasam
Nunca soube me desviar de pecados

Como se um trecho determinasse o resto
Já larguei na multidão olhar de protesto
Porém eu passava imóvel e tão inquieta
E por momentos já fui desonesta

Inquietude arrastando uma ansiedade
Numa sutil e leve enganação
Pés errantes querem achar motivo na cidade
Para que não morra a velha canção

Eu sentia a maciez dessa poluição
Esses livros de vida não completa
Um all star desgastado mesmo sem meta
Não percorreu ainda toda a imaginação

Embora apareça naquele olhar modesto
Eu soube desde sempre o quanto o engano
Abraça por um instante num gesto
Aonde reais palavras ficam abaixo do pano

Pés errantes eles sempre terão
Os adultos, os meninos, as pessoas 
Nessa reticência sem total destinação
Pés errantes podem levar a coisas boas 

Autoria: Franciéle R.Machado

2 comentários:

  1. Estes mesmos pés errantes que te levaram aos lugares errados, te trouxeram aos meus braços, eu vejo que realmente existe um lado bom, e o lado bom foi você ter entrado em minha vida meu amor!!!

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir

Deixe aqui algumas palavras sobre o que compreendeu, a sua percepção do que leu...