1 de setembro de 2009

✿ São aquelas coisas que acontecem..


O sonho morre
Tão vagarosamente
Mas simplesmente deixo de lado
A minha proteção
A dor pode vir, mas me afasto
Não existem mais o rastro das lágrimas
Seguir é seguir
Por um lugar chamado de dimensão

Pelo que se passa agora
É pegar o trem e ir embora
Não estar fugindo da verdade que nos cerca
Fugir é muito fácil
Por que viver chorando a toa?
Se um projeto que tanto sonhei
Deu errado não do mesmo jeito que imaginei

A nossa volta está cheio de gente
Olhando bem no fundo para desvendar
Para descobrir o que marca nosso olhar
Alguns correm ainda sem direção
É por que não surge uma motivação?

Construir a felicidade depende de nós
Por que devo ser alguém para o mundo?
Para o mundo que não quer saber de mim
São apenas perguntas que confundem
Que iludem
Só preciso que notem meu valor
Queria trazer a esse mundo a cor


Fran.R.M

0 percepções:

Postar um comentário

Deixe aqui algumas palavras sobre o que compreendeu, a sua percepção do que leu...