11 de janeiro de 2010

• A descrição do amar alguém

O coração nunca sabe esconder
Algo tão simples de se perceber
Um sentimento que parece brotar
Amar alguém que pode não nos amar
Sentir uma chama sobre a pele fria
E uma força sobrenatural cheia de magia

É como estar tocando na alegria
A esperança nunca se ia
Se sentir assim parece melhor
Mas nada gira aqui ao redor
Perdendo-se num compasso agitado
O coração pulsando mais rápido

Amamos de várias maneiras
Até por uma vida inteira
Esperando que esse alguém volte
Segure a nossa mão e nunca solte
Amar é entender sem julgar
É esperar mesmo sem saber se vai voltar

É amar sem ser amado
Deixar seu próprio tempo congelado
Amar pode ser se machucar
E em um dia pode nos completar
Uma magia sem final
Uma esperança imortal
---
Autoria: Franciéle R.Machado

6 comentários:

  1. É ser fiel a quem nos trai...
    Belo poema!
    Abraços,

    ResponderExcluir
  2. hum! vc tem tato com as rimas né? eu nao consigo fazer sonetos ricos!
    parabens!

    estou seguindo e desejando sucesso!
    xeru

    ResponderExcluir
  3. garota voce é talentosa pra caramba
    olhe o meu blog tambem faço poema
    espero fazer uma composição com voce um dia se voce quiser claro
    comenta no meu blog
    virei o seu fã

    ResponderExcluir
  4. quero fazer uma parceria com voce
    voce aceita ??
    o meu blg é novo ainda nao tem quase nada nele, mais vou arruma ele

    ResponderExcluir

Deixe aqui algumas palavras sobre o que compreendeu, a sua percepção do que leu...