10 de maio de 2011

• Conclusão


Eu sei que estou a viver
Enquanto eu transpirar amor
Mas se vazia sinto-me a morrer
Por opaca ser e sem a amável dor


(Fran.R.Machado)




Aproveite e participe da Promoção do Blog...
Clique sobre a imagem da promoção e conheça as regras!


9 comentários:

  1. Oi Franciéle,
    Está muito bonito seu blog, eu gostei.
    Essa poesia é linda, e nos faz refletir. Parabéns!
    Bjoss
    *Simone*

    ResponderExcluir
  2. Quero um remédio para isso que eu sinto aqui dentro de mim, ler você me ajuda a entender que meus pensamentos e sentimentos não estão tão sós assim... Bela postagem! Beijo e um Abraço!

    ResponderExcluir
  3. Dor de amor... A melhor forma de "dor"
    Algo contraditório (adverso); citando o célebre Camões:
    "Amor é fogo que arde sem se ver;
    É ferida que dói e não se sente..."

    Ou seja, o melhor exemplo de antítese, sofrer por amor...
    Portanto "transpiremos amor" para continuarmos vivos.

    Abraços e bom dia chuvoso.
    Professor Eduardo Dellamora Siliprandi

    ResponderExcluir
  4. Boa noite.
    É deveras complicado separar o amor da dor, mas o mais importante é senti-los mesmo que ambos nos devorem, pois é melhor sofrer por um grande sentimento ao morrer sem ter nada na vida sentido.

    Belíssimo poema.

    ResponderExcluir
  5. Olá linda! Sempre escrevendo belos poemas; parabéns, sou teu fã! Tenha uma semana maravilhosa; bjs!

    ResponderExcluir
  6. Olá, bom dia!

    Adorei vir aqui. É gostoso demais de ler e reler sua poesia. Fiquei seu fã. Eu, espaçoso que só, já te 'persigo', tô dentro do seu blog, 'fuçando' pérolas. Amei de paixão seus formidáveis borrões!
    Bfs! Muita saúde, paz e bem. Abraço iluminado,
    João, poeta.

    ResponderExcluir
  7. Ah, esqueci de te dizer: eu tenho um blog de Poesias. Se quiser dá uma passada por lá, vou adorar ter seus coments. Se quiser, me adione.
    Abraços,
    João, poeta.

    ResponderExcluir
  8. Errata:
    Quis dizer: Me adicione.
    Abs,
    João.

    ResponderExcluir

Deixe aqui algumas palavras sobre o que compreendeu, a sua percepção do que leu...